Sem Categoria

Mudanças no Pix para maior segurança

Desde que o Pix foi lançado, muita coisa mudou na forma como as pessoas compram e vendem.

Em Julho/2021 o número de transações via Pix ultrapassou a soma de transações dos tradicionais meios de pagamento: TED, DOC e boleto. Não é surpresa encontrar plaquinhas de “Aceitamos Pix” pelas ruas.

A segurança do Pix

Temos um post aqui explicando os detalhes de como é o funcionamento do Pix. Mas de forma geral, ele é um formato de transação financeira onde uma pessoa física ou jurídica pode realizar envio de dinheiro para outras contas de forma automática.

No entanto, o aumento do uso desse meio de pagamento também abriu espaço para o crescimento nos casos de roubo de dinheiro. A facilidade sobre a forma com que as transações acontecem tornou os golpes mais frequentes, e vem dando dor de cabeça a muitas pessoas.

Mudanças do Pix

Com isso, o Banco Central (BC) começou a estudar medidas para que ele se tornasse mais seguro tanto para quem paga, como para quem recebe o dinheiro.

Algumas delas já entraram em vigor, mas a previsão é que até o dia 16 de Novembro as medidas estejam sendo aplicadas em sua totalidade, dia em que o Pix completa um ano de lançamento.

Então vamos entender melhor quais são as principais mudanças para transações via Pix:

Bloqueio preventivo em casos suspeitos

Uma das medidas que o BC pretende implementar é a possibilidade das instituições realizarem o bloqueio da transação por até 72h em casos de suspeita de fraudes. Com isso, fica mais fácil rastrear o destino da transferência prevenindo golpes financeiros.

Obrigatoriedade da notificação de infração

Atualmente esse é um recurso optativo para as instituições. No entanto, a medida passará a ser obrigatória e o processo consiste na marcação da chave Pix, CPF/CNPJ e no número da conta bancária quando há suspeita de fraude na transação.

Essas informações serão compartilhadas entre as instituições para que possam estar cientes sempre que fizerem uma consulta à chave Pix. Assim, poderão prevenir melhor contra fraudes.

Uso de informações dos clientes para prevenir fraudes em outras áreas

Para aumentar a segurança, será permitido uma função de consulta de informações vinculadas à chave Pix. Isso servirá para incrementar os mecanismos de análise de fraude, de forma que poderão ser usados para outros processos diferentes das transações via Pix, como abertura de contas, por exemplo.

Maior exigência de medidas de segurança pelas instituições

Os mecanismos de segurança das instituições vão precisar ser, no mínimo, semelhantes ao do próprio BC. Além disso, elas deverão estabelecer procedimentos de identificação e tratamento para os casos de consulta excessiva da chave Pix, que não acarretarem em liquidação ou forem inválidas.

Responsabilidades das instituições será ampliada

Uma das regras a ser implementada é a responsabilização das instituições sobre falhas nos próprios mecanismos de gerenciamento de riscos que acarretem fraudes aos usuários.

Para isso, elas poderão utilizar as informações vinculadas à chave Pix para autorizar ou rejeitar transações suspeitas.

Limite de R$1 mil para Pix

Desde o dia 04 de Outubro o BC implementou o limite de R$1 mil para transações via Pix, TED e DOC das 20h às 06h. Apesar disso, o usuário terá a possibilidade de alterar o limite de transação para mais de mil reais à noite em sua conta pessoal por meio de uma solicitação ao seu banco.

Emissão de relatórios mensais pelas instituições

A partir do dia 16 de Outubro, as instituições deverão elaborar relatórios mensais sobre as ocorrências e tentativas de fraude pelas transações via Pix, além das medidas tomadas após o relato da fraude. A medida visa monitorar melhor as ações realizadas pelas instituições no combate ao roubo.

A Fatura Simples aceita Pix

Nossa plataforma aceita diversos meios de pagamento para sua empresa faturar melhor, inclusive a cobrança via Pix. Receba na hora os pagamentos dos seus clientes e monitore todas as transações da sua empresa pela nossa plataforma.

Tenha mais praticidade e agilidade nas cobranças recorrentes, além de todo o controle de pendências dos seus clientes para gerenciar melhor as suas finanças.

Leave a Comment

Posts Recentes

Clube de Vantagens: Como começar um negócio do zero

Entenda o que é um clube de vantagens, como funciona a sua gestão e aprenda a começar um negócio desse…

outubro 21, 2021

5 características de um bom empreendedor

Descubra quais características são necessárias para ser um bom empreendedor e alavancar o seu negócio de sucesso.

outubro 5, 2021

Fatura Simples incentiva o cuidado com a saúde mental no trabalho

Conheça o trabalho que a Fatura Simples faz para desenvolver a saúde mental no trabalho junto com todas as pessoas…

setembro 28, 2021

Automação financeira para Clube de Benefícios

Descubra as vantagens de você aderir à automação financeira no seu clube de benefícios.

setembro 13, 2021

Banco Central autoriza pagamentos por WhatsApp

O Banco Central concedeu autorização, nesta terça (30), para implementação do programas de pagamento vinculado ao WhatsApp. Os pagamentos funcionarão…

março 31, 2021

PIX: tire suas dúvidas

Neste post tentaremos esclarecer os principais questionamentos a respeito do novo meio de pagamentos PIX. O que é PIX? PIX…

março 29, 2021
Error
Cannot GET /api/stage
", "hostname": "${ampdocHostname}", "screen": "${viewportWidth}x${viewportHeight}", "language": "${browserLanguage}", "cache": null, "url": "${canonicalUrl}", "referrer": "${documentReferrer}" } } }